Post fixo

O diabo veste farda – Eduardo Papa

O EXÉRCITO BRASILEIRO cobriu-se de vergonha quando seu comandante aceitou a
indisciplina de Pazuello, ganhando dias depois a mais alta condecoração da
corporação, que entrou no perigoso caminho de se transformar em um puxadinho
da milícia.
 Continuar lendo O diabo veste farda – Eduardo Papa

Avalie isto:

Post fixo

Surfamos apenas as ondas do dia-a-dia – André Luiz B. Silva

A pandemia serviu para escancarar que a vida de milhões de brasileiros e brasileiras é supérflua e descartável. Aliás, algumas vidas sequer existiam para o governo, foram denominadas ‘invisíveis’ e apenas apareceram após a deflagração da doença. Continuar lendo Surfamos apenas as ondas do dia-a-dia – André Luiz B. Silva

Avalie isto: