Herbert Marcuse, o filósofo da contestação e a Escola de Frankfurt


O ano de 1968 inaugurou um novo momento onde a juventude passa a ser o principal elemento de contestação ao capitalismo . Se antes estava nas movimentações da classe operária, através da luta sindical ,  o instrumento da revolta que enchia as ruas do mundo , com o protagonismo da juventude, indo além das classes sociais,   a própria essência do Sistema Capitalista passa a ser criticada , tornando esta luta muito mais radical . A construção de um novo  mundo está na ordem do dia ! 

 

Não restam dúvidas que o pensador Herbert Marcuse é um dos arautos destes novos tempos.Seus livros , suas ideias, sua participação nos grandes movimentos que mobilizaram a Europa e Estados Unidos nos anos sessenta influenciaram os líderes juvenis que aí se formaram e têm influenciado até hoje as movimentações da modernidade que cobrem todo o mundo .

 

O vídeo que trazemos para vocês conta um pouco desta história e nos dá subsídios para refletirmos sobre as características desses novos tempos em que estamos imersos,  que clama pela existência de teóricos do calibre de um Marcuse junto aos Movimentos Sociais de contestação ao capitalismo. 


Arlindenor Pedro 

Um comentário sobre “Herbert Marcuse, o filósofo da contestação e a Escola de Frankfurt

Qual sua opinião ?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s