Na Praça – Arlindenor Pedro

A minha homenagem a todos aqueles que estão nas ruas lutando por dias melhores.


Na Praça – Ode à Emma Goldman

Então eles chegaram,

aos bandos, vinham de todos os lados.

Ao longe escutávamos seus gritos.

Nas mãos traziam bandeiras-

estandartes rubros, negros, esvoaçantes.

Com eles chegavam mulheres;

muitas, lindas, de todos os tipos.

Com seus vestidos baratos,

com suas canções de alegria,

enchendo a praça, até então vazia.

Nos braços traziam crianças.

Nos rostos estampavam a esperança.

Então a praça iluminou-se:

seus jardins encheram-se de cor.

Hinos foram entoados,

risos foram trocados.

A praça era um mundo de gente,

o futuro estava presente.

De súbito, fez-se o silêncio

pois lá, bem no fundo da multidão

uma voz ressoou como um trovão.

Era de um homem franzino

que falava com ardor;

um homem comum, até mal vestido.

Falou dos dias futuros,

falou de liberdade

de um novo mundo, de uma nova vida,

da fraternidade.

E então, da noite que circundava a praça

gritos foram ouvidos;

estampidos, ranger de dentes.

Autômatos vestidos de negro-

robôs comandados à distância

avançaram com passos largos.

Homens caíram, seus peitos abertos.

Mulheres gritavam, chamavam as crianças:

tudo era fuga,

com eles levaram a esperança.

A praça voltou ao vazio.

A praça perdeu a cor.

Ao longe, gritos no escuro,

no chão, manchas escarlate:

testemunhas mudas, para o futuro.

Recordações das trincheiras de 1968.
Presidio Hélio Gomes – 1976
Arlindenor Pedro


http://pyotra.tumblr.com/post/47676671257/terra-em-transe-1967

Qual sua opinião ?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s